domingo, 30 de maio de 2010

Play the Blues! Jimmy Reed: Tell The World I Do

Blues de primeira!

video

Quebra tudo, Uribe! Toma, Chavez! Tremei, FARC!

Com 100% das urnas apuradas, Juan Manuel Santos deu uma surra acachapante em Mockus, o candidato apoiado por Chavez. Santos, apoiadao pelo atual presidente Álvaro Uribe, obteve 47% dos votos válidos, contra 21% de Mockus, uma derrota incontestável do bolivarianismo.

Parabéns, colombianos. A América do Sul inteira deveria espelhar-se em vocês.

O Brasil é direitista, sem medo de ser feliz (ler antes post abaixo)

Atenção, oposição! Acorda, DEM!

Resumindo e agrupando as classificações do perfil ideológico dos brasileiros, segundo a pesquisa Datafolha acima:
  • Extrema esquerda, esquerda e centro-esquerda: 20%
  • Extrema direita, direita e centro-direita: 37%
Deixo bem claro uma coisa aqui: votarei no Serra não por morrer de amores pelo PSDB, mas principalmente por morrer de ódio pelo PT. Precisamos combater eles em todas as frentes, principalmente na cultural. Se for para nos deixarmos vencer pela patrulha esquerdista (que obviamente controla também o PV), melhor nem tentar. Sairemos cada vez mais fracos. Isso já aconteceu na última eleição, lembram? Com aquela história do Alckmin fugir do legado tucano em relação às privatizações, obteve menos votos no segundo turno do que no primeiro, fato inédito até então. Se for pra vencer, vamos vencer bonito. Se for pra perder, que não percamos a honra. Temos a obrigação moral de defendermos nossos valores e aliados, doa a quem doer.


"Hitler sabe que terá de nos vencer nestas ilhas, ou perderá a guerra. Temos de lutar até o fim. Temos de lutar nas praias, temos de lutar nas pistas de pouso, temos de lutar nos campos e nas ruas, temos de lutar nas colinas. Não podemos nos render. Vamos nos dedicar de tal forma ao nosso dever que, se a Comunidade Britânica e o Império durarem por mais mil anos, os homens ainda dirão: aquele foi seu momento mais nobre."
Winston Churchill, sobre a resistência britânica aos nazistas

Asininos

Espero que seja mentira. Mas enfim, saiu no site Terra:

De olho no eleitorado de Marina, PSDB rejeita Kátia Abreu

De olho no eleitorado da pré-candidata do PV à presidência da República, Marina Silva, para o segundo turno, a cúpula tucana rejeita colocar a senadora Kátia Abreu (DEM-TO) como vice do presidenciável José Serra (PSDB). A parlamentar preside a Confederação Nacional da Agricultura e é líder da bancada ruralista na Casa, o que afastaria o eleitorado dos "verdes" num possível segundo turno entre Serra e a petista Dilma Rousseff.

O partido avalia que o eleitorado de Kátia já está garantido para Serra. No entanto, os tucanos poderiam atrair os simpatizantes do PV e, até mesmo, reproduzir nacionalmente no segundo turno a aliança PSDB-DEM-PV feita no Rio de Janeiro para eleger o deputado Fernando Gabeira como governador. Apostam também nos votos daqueles que escolhem Marina no primeiro turno por não quererem votar no PT ou no PSDB.

Kátia Abreu foi cotada para o posto e a única a manifestar satisfação com isto. No dia do lançamento da pré-candidatura de Serra, 10 de abril, a parlamentar disse estar pronta para assumir a tarefa caso seu partido lhe pedisse. Os nomes levantados pela coligação foram os senadores Francisco Dornelles (PP-RJ), Tasso Jereissati (PSDB-CE) e o ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves, que se afastou da possibilidade nesta quinta-feira (27) ao reforçar sua intenção de concorrer ao Senado.

Agora eu:

Kátia Abreu, tô contigo e não abro!

Que coisa mais ridícula! Daqui a pouco vão nos pedir para fingir sermos socialistas e ecochatos, só para agradar o imaculado eleitorado da Marina. Não consigo fazer isso, por mais que tente.

Jamais vou rejeitar a Kátia Abreu para idolatrar qualquer esquerdista. Ponto final. Não vou fazer o jogo deles. Tem gente que já caiu no papo dos comunas e ainda não percebeu. Ingenuamente acreditam estar combatendo a esquerda defendendo o ponto de vista dela.

No momento em que você passa a ter receio de se declarar politicamente de direita, está colaborando com a esquerda. Eles chegaram onde chegaram justamente devido a essa covardia da direita em defender honestamente seu ponto de vista. É aquela tal revolução cultural gramscista, que avança celeremente sobre os desavisados e os analfabetos funcionais.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Kátia Abreu: senadora está entre os mais cotados para vice de Serra

Vejam o quadro da revista Istoé (clique na imagem para ampliar):Só uma perguntinha: quem foi que disse que não agradar os movimentos sociais seja algo negativo? Se o movimento social a que se referem for o MST, dá-se justamente o contrário. A sociedade brasileira não tolera estes bandoleiros, como já foi detectado em diversas pesquisas de opinião. Eleição após eleição eu aguardo por alguém que os combata, mas até hoje nada. A grande maioria dos políticos prefere esconder-se atrás de um discursinho politicamente correto a defender suas convicções. Kátia Abreu é uma das raríssimas exceções.

O Falcão (Luís Fernando Veríssimo)

Só uma palavra descrevia a vida de Antônio. Foi a palavra que ele usou quando viu o tamanho da fila do ônibus.

– Que merda!

Estava mal empregado, mal casado, mal tudo. E agora precisava chegar em casa e dizer à mulher que não atingira sua cota de vendas para o mês e que não podiam contar com o extra para pagar a prestação da geladeira nova. E que ela não o incomodasse. Foi quando sentiu que encostavam a ponta de um cano nas suas costas. E uma voz igualmente dura disse no seu ouvido: – Entra no carro.

Entrou no carro. O homem que metera a arma nas suas costas entrou em seguida. Antônio ficou espremido entre ele e outro homem. Que parecia ser quem dava as ordens.

– Vamos, vamos – disse o outro homem.

O carro arrancou. Eram quatro. Dois na frente. Os quatro bem vestidos. Quando conseguiu falar, Antônio perguntou:

– O que é isto?

O silêncio.

– É seqüestro?

Não podia ser seqüestro. Ele era um insignificante. Não tinha dinheiro. Não tinha nada. Iam querer sua geladeira nova? Assalto também não era. Não pareciam interessados no que ele tinha nos bolsos (chaveiro, o dinheiro contado para o ônibus, uma fração de bilhete da loteria, as pastilhas para azia). Não pareciam interessados em nada. Olhavam para a frente e não falavam.

– Vocês não pegaram o homem errado, não?

O homem da esquerda, o que parecia estar no comando, finalmente olhou para Antônio. Disse:

– Fica quietinho que é melhor pra todo mundo.

– Mas por que me pegaram?

O homem sentado no banco da frente olhou para trás. Estava sorrindo. Não era um sorriso amigável.

– Você sabe por quê.

E de repente os quatro estavam falando. Cada um dizia uma frase, como se tivessem ensaiado.

– Você está sendo observado desde o aeroporto em Genebra. – A Margaret, que você levou pro quarto, trabalha para o Alcântara. Foi ela quem nos deu o local do seu encontro com o Frankel, hoje.

– Foi a noite de amor mais cara da sua vida, Falcão.

– Espera um pouquinho. Meu nome não é Falcão.

– Claro que não.

– Sabemos até que vinho você e a Margaret tomaram no jantar. – A truta estava boa, Falcão?

– Meu nome não é Falcão!

– E a Margaret, que tal? Comparada com a truta?

– Eu posso provar que não sou o Falcão. É só olharem minha identidade!

– Nos respeite, Falcão. Nós estamos respeitando você.

– Mas é verdade! Vocês pegaram o homem errado! Olhem aqui...

Antônio começou a tirar a carteira do bolso de trás mas o homem à sua direita o deteve. O da esquerda falou, num tom magoado.

– Não nos menospreze assim, Falcão. Só porque você é quem é, não é razão para nos menosprezar. Por favor.

– Mas olhem a minha identidade!

– Você tem mil identidades. O Alcântara nos avisou: não deixem ele enrolar vocês. O Falcão é uma águia.

– O Alcântara admira muito você, Falcão. Diz que se você não fosse tão bom, não seria preciso matá-lo.

Antônio deu uma risada. Na verdade, foi mais um latido. Seguido de um longo silêncio. Depois:

– Vocês vão me matar?

– Você sabe que sim.

Novo silêncio. Os quatro homens também pareciam subitamente tomados pela gravidade da situação. O da frente olhou para Antônio e sorriu, desta vez sem desdém. Depois virou-se para a frente e sacudiu a cabeça. Como se recém tivesse se dado conta do que ia acontecer dali a pouco. Iam matar o Falcão. Estavam vivendo os últimos instantes de vida do grande Falcão. E Antônio sentiu uma coisa que nunca sentira antes. Uma espécie de calma superior. Nunca na sua vida participara de uma coisa tão solene. Quando falou, sua voz parecia a de outra pessoa.

– Por quê?

– O senhor sabe por quê.

– Onde?

Alguns segundos de hesitação. Depois:

– Na ponte.

O motorista lembrou-se:

– O seu Alcântara mandou perguntar se o senhor queria deixar recado pra alguém. Algum último pedido.

Tinham passado a tratá-lo de "senhor".

– Não, não.

O homem da esquerda parecia saber mais do que os outros sobre a vida do Falcão.

– Algum recado para a condessa?

Antônio sorriu tristemente.

– Só diga que pensei nela, no fim.

O homem da frente sacudiu a cabeça outra vez. Que desperdício, terem que matar um homem como o Falcão.

Quando chegaram na ponte, ninguém tomou a iniciativa de descer do carro. Ninguém falou. Pareciam constrangidos. Foi Antônio quem disse.

– Vamos acabar logo com isto.

– O senhor quer alguma coisa? Um cigarro?

– Estou tentando parar – brincou Antônio.

Depois se lembrou de um anúncio que vira numa revista e perguntou:

– Nenhum de vocês teria um frasco de "Cutty Sark" no bolso, teria?

Os quatro riram sem jeito. Não tinham. Antônio deu de ombros. Então não havia por que retardar a execução.

Um dos homens abriu os braços e disse:

– Não nos leve a mal...

– O que é isso? – sorriu Antônio. – O que tem que ser, tem que ser. E não posso me queixar. Tive uma vida cheia.

Os quatro apertaram a mão de Antônio, emocionados. Depois amarraram suas mãos atrás e o jogaram da ponte.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Campanha Kátia Abreu vice!


Já que o Aécio bunda-molemente desistiu da vaga, começo hoje mesmo minha campanha em favor da senadora Kátia Abreu, do DEM. Votaria nela mesmo que ela disputasse contra o Serra!
Boa de briga, a senadora não dá mole para os marmanjões do MST, e hoje é sem dúvida a maior defensora do setor que carrega a economia brasileira nas costas, o agronegócio. Quem quiser saber mais sobre ela, acesse seu site oficial.


Horário político do DEM

Se você, assim como eu, não assistiu o programa na TV, ele já está disponível na internet. Segue abaixo:

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Dilma fala sobre as obras de saneamento realizadas pelo governo

Assistam e deem boas risadas.

Impagável! Dilma fala sobre a criação de ministérios

Pensamento claro como a água...

Debates: Dilma em rota de fuga

E digo mais. Se quando a campanha começar oficialmente, ela estiver razoavelmente bem nas pesquisas, não vai dar as caras nos debates na TV.

No Correio Brasiliense:

Fuga do confronto

Orientada pelo presidente Lula, a pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, não quer saber de debates diretos com os adversários nessa fase da pré-campanha. Ontem mesmo na Confederação Nacional da Indústria (CNI), a ideia inicial dos empresários era um confronto direto entre os três, só que o comando de campanha de Dilma recusou a oferta. Os organizadores, então, partiram para o modelo adotado em outras oportunidades em que os três se encontraram: cada um faz uma exposição, responde a perguntas e deixa o auditório para o próximo concorrente.

A candidata petista tem recusado todos os convites de debates, inclusive da construção civil, que deve fazer um parecido com o da CNI. A ideia de Lula é deixar Dilma fora do confronto e aproveitar a lufada de ar nas últimas pesquisas para tentar consolidar uma liderança e organizar os palanques, ficando os debates para um momento em que ela estiver numa posição em que o comando de campanha considere mais confortável. Seus adversários, no entanto, desejam o oposto. “É uma pena que não haja esse confronto”, afirmou Marina Silva (PV). “A população precisa de debates de ideias justamente para poder comparar as propostas nas mais diversas esferas e hoje temos um isolamento de cada um”, afirmou José Serra.

“Vamos propor um debate ao longo da campanha”, comentou o presidente da Federação das Indústrias de Minas Gerais, Robson Andrade, que assume a Presidência da CNI a partir do mês que vem, quando o atual comandante da Confederação, Armando Monteiro Neto, deixa o cargo para se dedicar à campanha para o Senado em Pernambuco. (DR)

Sabatina dos presidenciáveis na CNI: Serra é o mais preparado

Ontem os três principais presidenciáveis foram sabatinados na Confederação Nacional da Indústria. Responderam apenas perguntas dos industriais, pois não houve debate entre eles (vejam post acima o motivo). Mesmo assim, foi possível observar o desempenho de cada um deles e a familiaridade de cada um com o tema.

Alguns trechos de uma reportagem do Correio Brasiliense:

"Sentindo-se literalmente “em casa” durante o encontro dos presidenciáveis na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o candidato do PSDB, José Serra, aproveitou para subir o tom das críticas em relação ao governo e, por tabela, chamar os concorrentes para um debate. Serra criticou a falta de planejamento do governo, de investimento em infraestrutura, a ausência de uma política de concessões nessa área e, ainda, a proposta de reforma tributária defendida por Lula, que “consagrava a isenção de ICMS das importações” e provocou risos na plateia: “Essa é do Peru. Cria emprego, só que em outros países”, disse Serra, solto e descontraído, dizendo-se ainda ávido para chegar ao governo para cortar. “Tem uma obesidade que dá gosto”, disse, esfregando as mãos..."

"...Cada um achou que o seu presidenciável foi melhor, mas os empresários deixaram claro que dificilmente vão mudar de candidato depois das exposições de ontem. Um deles disse que Dilma não propôs nada de novo, se surpreendeu com Marina Silva, mas, reservadamente, disse que Serra é visivelmente mais preparado. Outro disse que a chapa perfeita era Marina como vice do tucano. Já Monteiro Neto foi mais contido: “Ele levou vantagem porque falou depois de Dilma e tem mais conhecimento entre os empresários. No geral, todos se saíram bem”, concluiu."

terça-feira, 25 de maio de 2010

No, thanks

Lula toma um fora de Obama. Será que ele não é mais "o cara"?

Na Folha:

Obama recusa convite de Lula para vir ao país antes de eleição

O presidente dos EUA, Barack Obama, recusou convite do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para vir ao Brasil antes do pleito de 3 de outubro, informa reportagem de Kennedy Alencar, publicada nesta terça-feira pela Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL).

O Planalto gostaria de usar a viagem em favor da candidatura da ex-ministra da Casa Civil Dilma Rousseff (PT).

Segundo a Folha apurou, Lula atribui a recusa a dois fatores: divergências na política externa entre Brasília e Washington e uma suposta interferência dos Clinton para que Obama não fizesse uma visita que pudesse virar ato eleitoral pelo PT.

Para diplomacia dos EUA, vinda às vésperas de importante decisão eleitoral seria incomum no âmbito diplomático.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Bacalhau assado

O Avaí não sabe o que é derrota neste Campeonato Brasileiro. Duas vitórias em casa e um empate fora por enquanto nos colocam na vice-liderança da competição. A última vítima do leão foi o Vasco da Gama, que tomou 2 gols e voltou para casa chorando. Com um time guerreiro, um estádio cada vez mais lindo e uma torcida apaixonada, vamos tocando em frente.

Vejam os gols da partida abaixo:

Lula: uma TV para chamar de sua


Lula agora tem a sua própria versão nacional da Telesur do companheiro bolivariano Hugo Chavez. Se os fatos não colaborarem para que a imprensa exalte Lula e seu extraordinário governo, e TV Brasil fará isso por eles. Pode chover canivete, mas na TV Lula o clima será sempre bom, com sol e sem nuvens. Leiam a declaração republicana (juro, ele usou mesmo esse termo na entrevista) do grande estadista brasileiro:

"Eu reclamava muito com o Franklin [Martins, ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência], eu falava: rapaz, você deste tamanho e não me consegue fazer minha televisão internacional, eu preciso de uma televisão e eu estou saindo daqui a sete meses."

Leaim mais sobre este assunto na Folha.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Infratores da lei, Lula e Dilma tomam mais uma multa!

Na Folha Online:

TSE aplica mais uma multa a Lula e Dilma por propaganda antecipada

O ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Henrique Neves aplicou nesta sexta-feira a quarta multa ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no valor de R$ 10 mil, e a segunda punição à pré-candidata petista Dilma Rousseff, em R$ 5.000, por propaganda eleitoral antecipada durante um evento realizado em São Bernardo do Campo (SP) no dia 10 de abril.

Também receberam multa pelo mesmo motivo o pré-candidato ao governo de São Paulo Aloizio Mercadante (R$ 7.500), o ministro do Trabalho, Carlos Lupi (R$ 7.500), o prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (R$ 7.500) e o deputado Paulo Pereira da Silva (R$ 7.500).

Eles podem recorrer da decisão ao próprio TSE, que deverá julgar o caso em plenário.

O ministro do TSE acatou pedido do PSDB, que alegou ter havido propaganda em favor de Dilma durante um evento que foi marcado de última hora pelo PT para se contrapor ao lançamento da pré-candidatura do tucano José Serra, ocorrida no mesmo dia em Brasília.

Na ocasião, Dilma e Lula fizeram críticas diretas a Serra e ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. O presidente citou, por exemplo, o slogan "o Brasil pode mais", utilizado pelo PSDB, para dizer: "Nós fizemos mais".

Em seguida brincou com a semelhança da frase tucana com o lema da campanha do presidente dos EUA, Barack Obama. "Não basta copiar o Obama e dizer 'nós podemos mais'? Porque o Obama já disse que eu sou o cara", afirmou.

Dilma, por sua vez, disse no evento que não trairia o povo e que a militância do PT nunca a verá "por aí pedindo que esqueçam" o que escreveu. "Eu não fujo quando a situação fica difícil. Não tenho medo da luta. Nunca abandonei o barco", afirmou a pré-candidata, em referência ao período da ditadura militar. Ela virou clandestina enquanto Serra se exilou no Chile.

Lula Já foi multado outras três vezes. Ao todo, as multas ao presidente já somam R$ 30 mil. Dilma, por sua vez, foi multada pela primeira vez na semana passada, também em R$ 5.000, por conta do programa do PT que foi ao ar em dezembro do ano passado.

Aconteceu comigo, eu juro...

Estava eu na Praça XV, no centro de Florianópolis semana passada.

Havia um sujeito que dizia vender um tônico da vida eterna. O cara falava e contava história dizendo que tinha 526 anos.

Achei estranho porque ele aparentava uns 30 anos de idade.

Enquanto ele falava das propriedades milagrosas do tonico o auxiliar dele vendia e entregava o tonico aos anonimos que o assistiam.

Cuirioso me interessei e fui até o auxiliar do cara.

Perguntei:

-É verdade que esse cara tem 526 anos de idade?

O auxiliar do cara foi sincero e me disse:

-Não sei se ele tem esta idade toda. Na verdade, trabalho com ele há apenas 300 anos.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Vox Populi: Seus próprios números demonstram a farsa

Podemos desconsiderar de uma vez por todas suas pesquisas. Eles não são de confiança e já demonstraram que jogam para um dos lados.

No Ex-Blog do Cesar Maia:

SUDESTE-VOX POPULI: A SOMA DAS PARTES É DIFERENTE DO TODO!

(Gustavo Acauan) 1. Números do Vox Populi: São Paulo (que representa 53% do Sudeste): Serra 44% x 30% Dilma \ Minas Gerais (24% do Sudeste): Serra 38% x 35% Dilma \ Rio de Janeiro (19% do Sudeste): Serra 24% x 38% Dilma. Resultado ponderado pelos Estados: Serra 37% x 32% Dilma.

2. Para que o resultado na região Sudeste fosse o informado pelo Vox Populi, ou seja, Serra 35% x 36% Dilma, seria necessário que no Espírito Santo (4% da região) Dilma fizesse 105% (Cento e cinco) e Serra fizesse 1 milhão de votos negativos.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Lobão: Me Chama (versão acústica)

Trilha sonora para estes dias de mau tempo em Santa Catarina...

Será que agora sai? Tucanos querem anunciar Aécio vice em junho

Volta e meia surgem boatos nesse sentido. Fico na torcida, já meio impaciente mas não totalmente desesperançoso.

No Estadão:

Tucanos querem anunciar Aécio para vice em convenção

Dirigentes do PSDB e setores próximos do presidenciável José Serra querem o ex-governador mineiro Aécio Neves como vice na chapa tucana já na convenção nacional de 12 de junho. Mas, nos bastidores, Aécio diz que "quem tem prazo não tem pressa". Os aecistas advertem que "não se dilui um fato da importância da vice-presidência na convenção". Aécio só desembarca em Minas Gerais na segunda-feira, de volta de férias na Europa.

O que provocou a inquietação dos tucanos foi a informação de que pesquisas do próprio partido mostram Serra perdendo terreno no Sudeste - especialmente em Minas - por conta da ausência de Aécio e dos programas do PT na televisão. Setores do tucanato avaliam que o debate da chapa puro-sangue favorece o PT. Acreditam que a discussão "acordou" a militância petista e que é preciso agir rápido com um fato político capaz de pôr Serra em curva ascendente nas pesquisas.

A Lei Eleitoral estabelece prazo até 30 de junho para lançamento oficial dos candidatos, mas tucanos estão divididos. Os que trabalham com a data-limite da convenção afirmam que a chapa terá de ser apresentada dia 12. Não querem escolher um "nome-estepe" para vice e, depois, trocá-lo. "Não há essa exigência de fechar a chapa no dia 12", diz o presidente do PSDB mineiro, deputado Nárcio Rodrigues.

Lula novamente multado por desrespeitar a lei e os brasileiros

"O Cara" acredita que as leis não se aplicam a ele e a seus protegidos. Recentemente disse que achava um absurdo ter que se submeter às determinações de juízes. Na sua cabeça oca, as leis devem ser aplicadas somente aos seus adversários. Por ter uma popularidade alta, se acredita acima das normas que regem as vidas de todos os demais brasileiros, como se ele pertencesse a uma casta superior.
Coitado do país em que miséria moral de seu maior representante é compartilhada pela maior parte de seus cidadãos.

Leiam no Click RBS:

TSE aplica nova multa de R$ 5 mil a Lula por antecipar propaganda eleitoral
Problema ocorreu durante um discurso improvisado de Lula, que falava sobre a necessidade de garantir as conquistas de seu governo

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu hoje (18) multar em R$ 5 mil o presidente Luiz Inácio Lula da Silva por entender que em janeiro ele fez propaganda eleitoral antes do permitido durante inauguração em uma universidade federal em Teófilo Otoni, Minas Gerais.

De acordo com quatro dos sete ministros do TSE, Lula usou o seu discurso no evento para promover a pré-candidatura à Presidência de sua então ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT).

A maioria dos integrantes do TSE aceitou um recurso do DEM que questionava decisão anterior, do ministro Aldir Passarinho, que tinha sido contrária à punição. Hoje, o próprio ministro Passarinho voltou atrás e defendeu que Lula fosse multado por propaganda antecipada.

O problema ocorreu durante um discurso improvisado de Lula, que falava sobre a necessidade de garantir as conquistas de seu governo. No meio do discurso, a plateia gritou seguidamente o nome de Dilma. Reconhecendo que não poderia fazer campanha, Lula afirmou:

— Eu não posso falar o que vocês estão falando porque a lei não permite. Mas podem ficar certos de uma coisa. Nós vamos fazer a sucessão nesse país para dar continuidade ao que nós estamos fazendo.

Em seguida, o presidente acrescentou:

— Esse país não pode voltar para trás como se fosse um caranguejo.

Aldir Passarinho opinou hoje que houve propaganda antecipada em função da interação entre a fala de Lula e o público, além de o presidente ter falado sobre a sucessão. Todos os integrantes do TSE rejeitaram o pedido para que Dilma também fosse multada.

Em outra decisão tomada hoje, o TSE multou em R$ 53,2 mil o Instituto Sensus Data World Pesquisa e Consultoria por ter divulgado em abril o resultado de uma pesquisa de opinião pública sobre a eleição presidencial antes do prazo mínimo de cinco dias, previsto na legislação eleitoral. Esse prazo conta a partir do registro da pesquisa no TSE.

O vídeo que a campanha de Dilma vetou aos prefeitos

Se eles vetaram, naturalmente eu divulgo. O que é ruim para eles, é bom para nós. A exemplo da tentativa de vetar o site do PSDB Gente que Mente, quando acabaram involuntariamente divulgando maciçamente o site, desta vez acabaram levando a todos os brasileiros, através da internet, um vídeo que apenas os prefeitos teriam acesso. Vejam o vídeo abaixo e leiam abaixo a matéria da Folha Online. Não, eles não tem mesmo senso do ridículo.

video

Campanha de Dilma pediu que vídeo sobre "calvário" não fosse exibido, diz CNM

O veto a um vídeo em desenho animado que mostra a peregrinação de um prefeito para conseguir recursos ao seu município, que seria exibido hoje na Marcha em Defesa dos Municípios, partiu da campanha da pré-candidata do PT ao Palácio do Planalto, Dilma Rousseff.

O presidente da CNM (Confederação Nacional dos Municípios), Paulo Ziulkoski, confirmou à Folha que assessores de Dilma consideraram o conteúdo prejudicial à campanha petista, por isso pediram para que as imagens não fossem veiculadas hoje durante o debate dos prefeitos com três presidenciáveis.

"A representante da campanha da Dilma achava que poderia prejudicar e favorecer outros candidatos", disse Ziulkoski.

Intitulado de "O calvário dos prefeitos para conseguir recursos - A história do pires na mão", o vídeo de cerca de três minutos mostra a peregrinação de um prefeito para conseguir viabilizar obras em seu município.

O prefeito começa o vídeo pedindo a liberação de emendas parlamentares no Congresso, depois tem que fazer sucessivas visitas a integrantes do governo e viagens a Brasília para conseguir o dinheiro até a conclusão da obra.

Durante o debate, o pré-candidato do PSDB, José Serra, ironizou o veto à exibição do vídeo. "Cadê o vídeo? Ele mostra o calvário de um prefeito, presumo, para liberar um recurso. Foi tirado provavelmente a pedidos", alfinetou.

A CNM encaminhou ontem os vídeos às assessorias de campanha de Dilma, Serra e Marina Silva (PV) --assim como as perguntas feitas hoje a cada um dos pré-candidatos. A entidade disse que Serra e Marina não se opuseram à transmissão do vídeo, ao contrário da campanha de Dilma.

Outro lado

Horas depois da polêmica, a assessoria de Dilma afirmou que a candidata não viu o vídeo e que não participou de qualquer discussão sobre sua exibição ou não. Também negou que tenha sido feito qualquer condicionamento sobre a presença da petista no evento em virtude do vídeo.

A assessoria disse ainda que considerou a animação ofensiva e que esta insatisfação foi levada à CNM, que então teria decidido não exibi-lo na presença dos pré-candidato.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

PSDB mineiro volta a cogitar união entre Serra e Aécio

No Diário Catarinense:

Ação em prol da união com o mineiro domina a agenda do partido

A volta de Aécio Neves ao cenário político, após férias de quase 30 dias no Exterior, reacende no PSDB a perspectiva de formar uma chapa puro-sangue em torno da candidatura presidencial de José Serra. Embora os tucanos operem a aliança com o PP, de Francisco Dornelles (RJ), a ação em prol da união com o mineiro voltou a dominar a agenda.

Serra e Aécio mergulharão em uma agenda comum no final deste mês e início de junho em Minas, segundo maior colégio eleitoral brasileiro. Antes de deixar o país de férias, Aécio conduziu pessoalmente pacto com PSDB, DEM e PPS. Os três partidos comprometeram-se a não mencionar o nome dele para o cargo de vice-presidente até o dia 22, data de seu retorno.

Aécio chegou a pedir a interlocutores que segurassem agendas de Serra no Estado enquanto estivesse fora. Está prevista a ida dos dois a encontros sobre agronegócio no dia 31, em Uberaba. Organizado pela Confederação Nacional da Agricultura e pela Associação Brasileira dos Criadores de Zebu, o evento terá como objetivo colar os tucanos na agenda dos produtores rurais.

Na semana seguinte, os dois cumprirão maratona em Montes Claros, quando discutirão políticas para o semiárido mineiro, uma das regiões mais carentes do país. A expectativa no PSDB é de que, nestes encontros, voltem a falar sobre a chapa.

Para os tucanos mineiros, a discussão sobre a vice passa pelo poder de "sedução" de Serra, ou seja, uma sinalização efetiva de que, se eleito, usará o seu capital político para promover reforma que acabe com a reeleição e estabeleça o mandato de cinco anos.

Serra já disse publicamente ser contra a reeleição. Segundo interlocutores de Aécio, o ex-governador pode se balançar com a tese se Serra estiver bem nas pesquisas de intenção de voto e se houver o compromisso do paulista de fazê-lo seu sucessor.

— Serra tem que convencer Aécio, insistir na questão dos cinco anos e dar garantias. Um convite bem conduzido pode ter êxito— disse um aliado do mineiro.

Aécio tem dito reiteradas vezes que pretende disputar o Senado. A declaração leva em consideração duas variáveis: a primeira, de que tem luz política própria e que uma vaga no Palácio do Jaburu seria pior que uma atuação no Senado. A outra de que, caso Dilma Rousseff vença a eleição, ele, no Senado, se tornaria a grande referência da oposição e o nome natural em 2014. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Vexame internacional

Não durou um só dia a comemoração dos bajuladores de Lula sobre o suposto acordo assinado entre Brasil, Irã e Turquia a respeito do enriquecimento de urânio. Lula posou para as fotos como o grande líder conciliador que conseguiu dissuadir os iranianos de continuarem enriquecendo urânio para seu suspeito programa nuclear. Teria supostamente também mostrado às potências ocidentais, em especial os EUA, de que o diálogo seria mais eficiente que as sanções econômicas para convencer os aiatolás atômicos a respeitarem as normas de inspeção internacionais. Tudo muito lindo... Mas vejam só o que está escrito no site G1:

Lula e seu amiguinho iraniano: mais vergonha para os brasileiros e mais perigo para o mundo

Irã seguirá enriquecendo urânio a 20%, diz chefe de agência nuclear
Não há relação entre acordo mediado pelo Brasil e enriquecimento.

Agora, 'bola está na quadra das potências', diz funcionário iraniano.

O Irã vai continuar suas atividades de enriquecimento de urânio, incluindo a produção de urânio enriquecido a 20%, mesmo depois de ter assinado um acordo de troca de combustível nuclear mediado pelo Brasil e pela Turquia.
"Não existe relação entre o acordo de troca e nossas atividades de enriquecimento. Vamos continuar nosso trabalho de enriquecimento de urânio a 20%", disse Ali Akbar Salehi, chefe da Organização de Energia Atômica do Irã. Salehi afirmou que a assinatura do acordo é uma "prova de boa vontade" e que agora "a bola está no campo das potências ocidentais". "O grupo de Viena (EUA, Rússia e França) deve dar uma resposta adequada à proposta de cooperação do Irã", disse ele, segundo a agência oficial Irna. saiba mais * Leia a íntegra do acordo Segundo o acordo, o Irã enviará 1.200 kg de urânio de baixo enriquecimento para a Turquia. Depois de até um ano, o Irã deverá receber de volta 120kg de urânio enriquecido a 20%. De acordo com o porta-voz do ministério das Relações Exteriores iraniano, o urânio enriquecido estará sob supervisão da Agência Internacional de Energia Atômica na Turquia. O Irã anunciou em fevereiro deste ano que enriquece urânio a 20% na usina de Natanz. Para a produção de armas nucleares, é necessário enriquecer o material a pelo menos 80%. Descrença O anúncio patrocinado por Brasil e Turquia saiu quando as potências internacionais, lideradas pelos EUA, esboçam no Conselho de Segurança da ONU uma quarta rodada de sanções contra o Irã. O documento desta segunda foi firmado durante visita do presidente Lula a Teerã. As potências acusam o Irã de esconder deliberadamente informações sobre o programa nuclear e temem que o país esconda intenções militares. O governo de Teerã afirma que o único objetivo do programa é produzir energia, portanto, é um programa pacífico. O acordo foi recebido com descrença na Europa. A Comunidade Europeia afirmou que trata-se de um passo na direção correta. A chancelaria britânica afirmou que sua assinatura não interrompe a busca de sanções contra Teerã. Os jornais internacionais também noticiaram o acordo com ceticismo. Em outubro do ano passado, a Organização das Nações Unidas (ONU) propôs ao Irã que enviasse 1.200 kg de urânio de baixo enriquecimento para a França e para a Rússia, onde seria convertido em combustível para um reator de pesquisas em Teerã. O país chegou a concordar com o acordo no início, mas depois impôs condições como a de só trocar seu material por urânio em níveis maiores de enriquecimento e somente no seu próprio território, termos que as outras partes envolvidas no acordo consideraram inaceitáveis.

sábado, 15 de maio de 2010

Opção Serra-Aécio fortalecida

No blog do Josias de Souza:

Oposição volta a sonhar com dobradinha Serra-Aécio

Foram ao freezer as negociações para arrumar um vice para o tucano José Serra.
A articulação só será descongelada depois do retorno de Aécio Neves ao Brasil.
Em viagem de repouso, Aécio deve voltar na próxima sexta-feira (21).
Do exterior, ele emitiu sinais trocados em diálogos telefônicos.
Antes decidido a disputar o Senado, Aécio pareceu aos seus interlocutores menos categórico nos últimos dias.
Reacenderam-se nas cúpulas do PSDB e do DEM as esperanças de converter o ex-governador mineiro em companheiro de chapa de Serra.
Daí a decisão de esperar, facilitada pelo fato de Francisco Dornelles (PP-RJ), o “plano B” do tucanato, ter adiado sua resposta para junho.
Dirigentes tucanos e ‘demos’ agendam uma conversa com Aécio. Deve ocorrer tão logo ele volte. O acerto foi feito em jantar realizado em Brasília, na última quarta (12).

PTB junta-se a Serra e amplia tempo de TV da chapa

No Diário Catarinense:

PTB decide apoiar candidatura tucana ao Planalto
Aliança dará ao PSDB mais 53 segundos de tempo na TV

Na busca pela eleição de Dilma Rousseff (PT) à Presidência, o Planalto terá um aliado a menos. Ontem, o presidente do PTB, Roberto Jefferson, disse que a sigla decidiu apoiar a candidatura de José Serra (PSDB) à sucessão de Luiz Inácio Lula da Silva.

Ele afirmou que a convenção de junho vai ratificar a decisão, que dará ao tucano mais 53 segundos de tempo na TV.

Mas, para não rachar o partido, Jefferson decidiu que irá liberar os Estados que quiserem apoiar outra candidatura:

– É fundamental construir a aliança sem arrebentar a sigla.

Segundo ele, o PTB não apoia Serra em Piauí, Alagoas, Distrito Federal e Pernambuco. Em Alagoas, o candidato ao governo do PTB é o senador Fernando Collor, que apoia Dilma.

Jefferson tornou público escândalo do mensalão

Jefferson disse que o PSDB “está ajudando” o partido a construir palanques em outros Estados. O programa do PTB nacional no rádio e na TV, que será veiculado no dia 24 de junho, já irá falar de Serra.

O presidente do PTB foi o responsável por tornar público o escândalo do mensalão do PT, em 2005. O processo referente ao esquema, supostamente comandado pelo publicitário Marcos Valério, tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).

Vox Populi coloca Dilma na frente de Serra: vejam como conseguiram esta proeza

Hoje foi divulgada uma pesquisa do instituto Vox Populi com números favoráveis à candidata petista. Lembrem-se que menos de um mês atrás, o conceituado Datafolha registrava Serra 10 pontos à frente (38% a 28%). Já no Vox Populi, ela aparece com 37% dos votos, Serra com 35% e Marina com 7%. Escolheram um período e um método bastante peculiares para atingir finalmente seus objetivos. Leiam abaixo a explicação do blog Coturno Noturno:

O "jeitinho" Vox Populi de entregar o que o cliente compra. Alguém acredita?

A pesquisa Vox Populi que acaba de ser publicada é uma tramóia anunciada. Era impossível que, depois de tudo o que este instituto indicou nas pesquisas anteriores, ele não apresentasse a candidata Dilma Rousseff (PT) ultrapassando José Serra(PSDB). Tudo foi organizado de forma meticulosa para que o resultado pudesse ter justificativas até certo ponto plausíveis. Começando pela amostra de cidades, que repetiu 40% da pesquisa anterior, que havia repetido 100% da pesquisa feita em janeiro. Foi feita uma seleção meticulosa de onde pesquisar. Na capital São Paulo, por exemplo, foram retirados os bairros onde os tucanos dominam, como Perdizes e Bela Vista, mas foram mantidos Jardim Ângela e Grajaú, tradicionalíssimos redutos petistas. Em Florianópolis, a entrevista foi feita em um dos bairros mais decadentes da cidade. Cidades como Capão Leão, no Rio Grande do Sul, foram pesquisadas pela terceira vez consecutiva, neste caso seguindo o mesmo roteiro de entrevistas, os mesmos bairros, as mesmas ruas e talvez as mesmas casas. Os dados estão depositados no site do TSE para quem quiser ver e comprovar. Já tratando da aplicação da pesquisa, o questionário formulado pelo instituto Vox Populi coloca o eleitor como um boi no brete do matadouro, que só pode andar em uma direção, empurrado para receber a marretada. Antes da questão crucial da intenção de voto estimulada é feita a pergunta se conhece e como avalia Dilma Rousseff do PT. Ou seja: o questionário estrutura o pensamento do entrevistado, direcionando-o para responder as próximas questões baseado no partido e no prestígio do presidente da República, que são associados ao nome da postulante petista. Além disso, o instituto escolheu a dedo o período da sua pesquisa, no momento em que estavam no ar os criminosos comerciais do PT, que foram suspensos tardiamente pelo TSE. Havia uma carga maciça de propaganda no ar, veiculados em horário nobre que, como todos sabem, têm muito mais impacto do que o programa partidário. O comercial não tem perda de audiência, pois dura apenas trinta segundos. Já o programa, com dez minutos, ocasiona o desligamento de milhões de aparelhos de TV. Enquanto os entrevistadores da Vox Populi estavam nas ruas, havia propaganda criminosa sendo veiculada, propaganda proibida, propaganda ilegal. É óbvio que este fato contribui para que diminua o número de indecisos e para que a votação estimulada de quem esteja em evidencia de amplie. Sempre, na polêmica história deste instituto, o mesmo truque é utilizado. É usado, inclusive, como arma de vendas para os partidos políticos, que são avisados que pesquisas feitas em períodos assim geram grandes resultados. Não é para menos que a Vox Populi está fazendo pesquisas para o PT em 10 estados do país, juntamente com a pesquisa presidencial que está publicando hoje! Este instituto é useiro e vezeiro neste tipo de trampa: há vinte anos atrás, ajudou a “produzir” um presidente da república, onde havia apenas um filho maluco da oligarquia nordestina, participando ativamente da maior mentira eleitoral deste país. Foi com os bons serviços dos levantamentos desta empresa que foi construído o Collor esportista, caçador de marajás, um embuste que custou muito caro ao país. Quase dez anos depois, novamente, “coincidindo” datas de pesquisa com a propaganda partidária na TV, o mesmo instituto inflou outra candidatura sem consistência, a de Roseana Sarney, que subiu e caiu como um balão furado. O última cereja vermelha no bolo da safadeza das pesquisas compradas a peso de ouro, que induzem a opinião pública e tentam manipular os seus desejos, é algo que está por debaixo dos panos: a dobradinha formada pela Vox Populi com a Sensus, onde uma aponta e a outra confirma. É sempre assim. Afinal de contas, até alguns anos atrás, a pesquisa CNT/Sensus se chamava CNT/Vox. A Rede Globo já acordou e não dá mais guarida para esta fraude, só publicando Ibope e Datafolha. A Band decidiu não bancar sozinha o desgaste desta parceria e buscou, desta vez, dividir o desgaste com os Diários Associados, envolvendo O Estado de Minas e o Correio Braziliense, além do Portal IG. A Folha, obviamente, não dá destaque, pois melhor do que ninguém, sendo acionista do Datafolha, sabe com o tipo de gente que está lidando. Resta, então, o Estadão e o seu blogueiro delirante das pesquisas que, por ter decidido que faria “médias”, precisa desesperadamente da Vox Populi e da Sensus para existir. Resta-nos, assim, esclarecer os eleitores sobre o que está ocorrendo, impedindo que estas estratégias sujas de quem quer ser perpetuar no poder abalem a confiança na mudança e na construção de um Brasil que pode mais.

E tem gente que diz que o futebol dele acabou...

Vejam os gols do Ronaldinho na partida entre Milan e Juventus e me digam se o Dunga bate bem da cabeça.

video

sexta-feira, 14 de maio de 2010

"Eu vi, cê veja, eu já vi, parei de vê, voltei a vê..."

Dilma filosofando sobre a escalação da seleção nos mostra como será divertido quando os debates na tv começarem. Que clareza de pensamento! Que eloquência!

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Dilma condenada a pagar multa de R$ 5 mil por propaganda ilegal

No UOL Notícias:

TSE multa Dilma e PT por propaganda eleitoral antecipada

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) aceitou a ação do PSDB que suspende a próxima campanha partidária do PT, a ser exibida em 2011, e estabelece o pagamento de multa de R$ 20 mil ao partido e R$ 5.000 à pré-candidata Dilma Rousseff. A punição se refere a um vídeo transmitido em dezembro do ano passado, que ficou caracterizado pela Corte como campanha eleitoral antecipada.

Por unanimidade, a corte do TSE, formada por sete membros, acompanhou o parecer do relator na votação. Esta é a primeira condenação à pré-candidata petista.

“Extrapolando a mera divulgação da mensagem do partido (...) destacou a qualidade de líder e administradora [da pré-candidata Dilma Roussef] e falou que o que foi feito não pode parar”, justificou o ministro Aldir Passarinho Junior, relator do processo.

Para o relator, a programa da legenda fez “propaganda (eleitoral) dissimulada”, promovendo a imagem da pré-candidata e ultrapassando os limites previstos na Lei dos Partidos Políticos.

“É inacreditável o nível do desrespeito do cumprimento da lei. É uma deslavada propaganda eleitoral. Se não falou abertamente em candidatura exaltou a figura daquela que todo mundo sabe é sucessora do presidente”, defendeu Eduardo Alckmin, advogado do PSDB.

A defesa do PT, por meio do advogado Marcio Luiz Silva, alegou que ao falar sobre o governo não caberiam colocar outros atores que não o próprio presidente, a ex-ministra-chefe da Casa Civil e o então presidente do PT, Ricardo Berzoini. “A mera comparação entre governos não significa que está sendo usado com fim eleitoral”, defendeu.

Já o advogado da pré-candidata, Pierpaolo Bottini, destacou que a propaganda não tratou do futuro, “mas sobre o passado” e os feitos do governo federal realizados nos dois mandatos do governo Lula.

Apesar de não ter efeitos políticos para este ano na briga eleitoral entre governo e oposição, a decisão de hoje fará com que o PT não apresente propaganda partidária no primeiro semestre do ano que vem.

A decisão saiu depois da última transmissão da propaganda do PT antes das eleições. Na noite desta quinta-feira, a propaganda que foi ao ar no rádio e na TV exaltou novamente os feitos do governo realizados com o apoio de Dilma.

Pesquisa Sensus em SC 2: Ângela em primeiro, Colombo em segundo

De acordo com a pesquisa Sensus/Fetrancesc:

Liderança fica com pré-candidata do PP para o governo do estado

Para o Governo do Estado, a deputada federal, Ângela Amim do PP teria 14,8% na espontânea e 29,4% na estimulado. O senador, Raimundo Colombo (DEM) teria 8,7% naprimeira e 15,7% da preferência do eleitor na estimulada. Na espontânea, a senadora Ideli Salvatti ficaria com 6,9% dos votos e 15,4%, na estimulada. Eduardo Pinho Moreira (PMDB) é o preferido por 3,9% dos eleitores na consulta espontânea e 8,3% na estimulada. O governador, Leonel Pavan (PSDB) foi lembrado por 3,3% dos eleitores e na estimulada foi indicado por 11,5%%. Indecisos, nulos e brancos são 60,9% na espontânea e 19,7% na estimulada.
No segundo turno, se fosse entre Ângela Amin e Raimundo Colombo, a candidata venceria com 43,4% e ele teria 29,9% dos eleitores. Caso a disputa seja entre Ângela Amin e Ideli Salvatti, a deputada federal venceria a senadora 42,8 contra 24,9% do eleitorado. A Pesquisa Fetrancesc/Sensus traz ainda o limite de votos, que indica em quem votaria, talvez ou não votasse e sobre a transferência de votos.

Pesquisa Sensus em SC 1: Serra 42,3 x Dilma 25,2

Pesquisa Sensus/Fetrancesc, realizada entre os dias 10 e 13 de abril trazem os números abaixo sobra a sucessão presidencial e do governo estadual:

Numa simulação de segundo turno, Serra venceria Dilma por 46,6% a 30,5%. Para ler mais sobre a pesquisa, clique aqui.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Vejam porque Dunga não convocou Ronaldinho Gaúcho

Assistam o vídeo abaixo, com imagens de uma partida entre Grêmio e Internacional, na final do Campeonato Gaúcho de 1999. De um lado atuava Ronaldinho, do outro, Dunga. Ao que parece,Dunga ainda não esqueceu esses momentos...

TÉQUINFIM

No Pátio da penitenciária no interior de Minas:

A diretora pega um megafone e anuncia:
"Tenção cambadivagabundu, chega di moleza! Quero tomundevassora na mão limpandesse chiquero que ocês mora. Quero tudo bem limpinho modi qui amanhã nóis vai receber u Prisidente Lula"
Um preso comenta com o colega ao lado.

- TÉQUINFIM PRENDERO O FIADAPUTA !

Bichinha suicida

O trânsito parou, engarrafamento total.
Um bombeiro subiu ao andar e debruçou-se no parapeito
e tentou conversar com a bichinha suicida para que não cometesse aquele ato:

- Pensa nos teus pais, como vão eles sofrer! - implorou o bombeiro.
- Eu sou órfão!
- Então pensa na tua mulher, nos teus filhos, que vão ficar desamparados!
- Eu sou bicha!
- E no namorado?!
- Não tenho!
Aí o bombeiro ficou atrapalhado sem saber mais o que dizer.
Mas teve uma ideia:
- Então pensa na eleição, meu amigo! O Lula tá quase saindo, estamos quase nos livrando dele!

- Mas eu vou votar na Dilma!!!
- Então pula logo, veadinho de merda!

terça-feira, 11 de maio de 2010

Sobre a lista do Dunga

E a convocação final da Seleção Brasileira finalmente saiu. Dunga se manteve fiel às suas escalações anteriores, mas decepcionou a imensa maioria dos brasileiros. Deixou o futebol-arte, o espetáculo, definitivamente fora da lista. Pode ser que funcione, sei lá. Em 1994, com o Parreira, ganhamos no sufoco, jogando apenas o suficiente para não perder. O próprio Dunga jogava nesse time. Em 2002, com o Felipão no comando, demos um show. Houve a polêmica da não escalação do Romário e tal, mas tínhamos jogadores excepcionais, como Ronaldo, Rivaldo e Ronaldinho Gaúcho, ambos em plena forma. Era muito difícil perdermos. Se eu tivesse que escolher entre os dois times, ficaria com o segundo. Dunga escolheu o primeiro, e infelizmente quem manda é ele.

Há quem diga que toda unanimidade é burra, mas será que os 200 milhões de técnicos existentes no Brasil estavam errados ao querer ver a gurizada do Santos na lista? Será que o Ronaldinho Gaúcho não teria vaga, ainda que na reserva? Essa turma jogaria em qualquer outra seleção do mundo. O único técnico que não gostaria de contar com eles, que eu saiba, é o Dunga. Mas enfim, o estrago está feito e só nos resta torcer para estejamos todos enganados e o Dunga certo. Ou em último caso, se tudo der errado, secar a Argentina.

domingo, 9 de maio de 2010

Classificação do Brasileirão!

Como é bom ler estes números... Cliquem na imagem para ampliar.

Pra começar tá bom: 6x1 para o Avaí


Que Santos, nada! Quem deu show e já desponta na liderança é o Leão da Ilha! O Grêmio Prudente, coitado, foi o saco de pancadas da rodada. Veio a Florianópolis e voltou desnorteado para casa, após tomar 6 belas bagas do esquadrão azurra. Caio, Roberto e Emerson simplesmente destruíram a partida e colocaram o Avaí na liderança do Brasileirão!

O campeonato será longo, mas estamos no caminho certo. Essa foi apenas a primeira de muitas vitórias que virão pela frente. Quem quiser ganhar da gente, vai precisar mostrar muito futebol.

Abraços a todos os avaianos espalhados pelo mundo!!! Vejam abaixo os gols da partida:



FHC: "Não descarto o Aécio vice"

Na Folha Online:

FHC diz que não descarta chapa Serra-Aécio

Uma das maiores lideranças políticas do PSDB, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse que ainda não descarta a possibilidade de os tucanos José Serra (SP) e Aécio Neves (MG) fecharem uma chapa para concorrer ao Palácio do Planalto nas eleições deste ano. Todos os partidos têm até o dia 30 de junho para apresentar oficialmente os nomes que participarão da corrida eleitoral.

A declaração foi dada em entrevista a Kennedy Alencar, da Folha, no programa "É Notícia", transmitido pela Rede TV, que vai ao ar esta noite. "A grande virada do PSDB foi esse momento de unidade. Aécio tem um papel muito importante nisso e terá um papel importante nas negociações das coligações. Não descarto o Aécio vice", afirmou FHC.

Em dezembro do ano passado, o ex-governador de Minas Gerais anunciou que não concorreria à Presidência nessas eleições. Na época, Aécio e Serra disputavam dentro do PSDB quem encabeçaria a chapa do partido na corrida presidencial.

Mas no fim de 2009 o mineiro abriu mão da disputa, e disse que seria candidato ao Senado pelo seu estado, abrindo caminho para Serra. Desde então, Aécio nega que aceitará ser vice do tucano, embora pregue a unidade do partido e garanta apoio para que o ex-governador de São Paulo consiga a maioria dos votos no colégio eleitoral mineiro.

Durante a entrevista, Fernando Henrique disse ainda que sempre considerou o presidente Lula uma pessoa "excepcional", mas que a biografia dele não poderá ser transferida para a candidata do PT à sucessão, Dilma Rousseff. "A biografia do Lula não se transfere. O Lula é o Lula e tem uma história. Eu tenho outra, o Serra tem outra e a Dilma tem outra. Não há transferência de biografia", ressaltou.

O ex-presidente fez elogios a Serra, pré-candidato tucano. "O Serra tem luz própria. Para ele é mais fácil dizer 'eu sou capaz, eu já fiz, eu sou um líder'. A outra não tem como dizer que liderou. Não é uma crítica pessoal, mas ela nunca esteve à frente. Liderar na burocracia é diferente, porque você tem o apoio do presidente", explicou.

Ainda sobre a sucessão presidencial, Fernando Henrique disse que, na avaliação dele, a presença de Lula no palanque de Dilma Rousseff é prejudicial para a campanha da candidata petista. "Parece que sem ele ela não anda", avaliou.

Nesse caso, o ex e o atual presidente parecem discordar. Na última sexta-feira, Lula disse que Dilma Rousseff ainda não cresceu nas pesquisas de intenção de voto porque ele ainda não pediu votos para ela.

Mais 3 terroristas das FARC sentam no colo do Capeta

No UOL Notícias:

Exército colombiano mata 3 guerrilheiros de Farc e detém 17

Bogotá, 9 mai (EFE).- Tropas do Exército colombiano reportaram hoje a morte de três guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), além da captura de outros 17, em operações realizadas em duas regiões do país.

Segundo uma nota de imprensa divulgada pela IX Brigada do Exército, soldados mataram, perto de Neiva, no sul do país, três supostos guerrilheiros das Farc, entre eles o conhecido como Jorge, terceiro líder da quadrilha Angelino Godoy.

De acordo com o comunicado das autoridades colombianas, Jorge é responsável pelo assassinato de pelo menos 10 pessoas e pelo sequestro de outras 15. Além disso, é acusado de ter participado nos últimos dois anos de três atentados terroristas contra oficiais da Polícia em Neiva, capital do departamento de El Huila.

Na mesma operação, outros 17 supostos membros das Farc foram capturados, entre eles o irmão do conhecido como Mincho, comandante da frente 30 da guerrilha.

Segundo a rádio "Caracol", entre os detidos há 10 homens e quatro mulheres, dois dos quais asseguraram ser representantes de duas ONGs.

De acordo com o diretor da regional quatro da Polícia, general Gustavo Adolfo Ricaurte, as operações tem o objetivo de capturar Mincho.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Escolinha: Dilma aprendendo a ler no teleprompter

Que coisa medonha... É muito amadorismo para uma candidatura à Presidência.
Vejam no vídeo abaixo o coordenador da campanha dela na internet, Marcelo Branco, mexendo os lábios junto com o texto que a Dilma está lendo:

Grã-Bretanha: vitória conservadora!

No Ex-Blog do Cesar Maia:

ELEIÇÕES BRITÂNICAS: UMA LIÇÃO PARA OS ANALISTAS!

1. Cameron (Conservador) venceu, como todas as pesquisas indicavam, e com porcentagem no voto popular semelhante às pesquisas: 36%. Os trabalhistas, de Brown, idem: 29% contra 28% em pesquisas. Os liberais-democratas de Clegg, na urna, caíram de 28% para 23%. A oscilação para baixo já havia sido detectada por alguns institutos depois do segundo debate onde foi exposto ao euro, que defendeu e, em seguida, a crise grega, pela mesma razão.

2. No voto distrital as porcentagens mudam. São distritos uninominais de uns 40 mil eleitores e, portanto, teoricamente, um partido pode ter 20% linear em todos os 650 distritos e não fazer um só deputado. No número de deputados, Cameron obteve 47%, Brown 40%, Clegg 8%. Opinião pública no sistema inglês não é suficiente: há que se ter capilaridade política. Os liberais-democratas e os trabalhistas querem mudar esse sistema.

3. O Ex-Blog de três dias atrás dizia: "Os que se precipitaram apoiando Clegg (The Guardian, por exemplo) devem estar arrependidos pelo amadorismo e desconhecimento das técnicas e do desdobramento de debates na TV".

4. Cameron tenta conseguir apoio para formar maioria, especialmente dos pequenos partidos regionais. Brown pede que os Lib-Dems formem com ele a maioria, o que também não resolve a questão, a menos que os trabalhistas escoceses se somem. Clegg, de forma madura, anunciou, e a imprensa britânica destaca hoje, que dará uns dias para que Cameron complete a maioria absoluta para ser primeiro ministro. Faltam 20 deputados dos 650.

5. Seria um erro grave Brown e os trabalhistas tentarem assumir. O desprestígio deles pode ser medido com o avanço dos conservadores em 94 cadeiras e a perda do labour de 94 cadeiras. Brown governar seria precipitar a crise política e econômica. Como a Grã-Bretanha representa um fator mundial muito importante e não vai programar uma crise, Cameron deverá conformar a maioria, fazendo concessões significativas aos partidos regionais e menores na formação do gabinete.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

PMDB balançando?

Será que perderam a confiança na Dilma? Eu, no lugar deles, certamente perderia. Mesmo que não apóiem Serra e fiquem neutros, seria um desastre para o PT.
O Serra vem mantendo contatos com bastante gente no PMDB, e eu não ficaria surpreso caso os peemedebistas optassem por ter mais liberdade nas disputas estaduais. Mas claro, também pode ser apenas uma manobra para forçar o PT a apoiá-los nos estados. Só o tempo irá dizer, mas fico na torcida para que a aliança naufrague, hehe.

No Diário Catarinense:

PMDB adia formalização de apoio à candidatura de Dilma Rousseff
Partido quer acertar coligações nos Estados antes de se engajar na campanha presidencial

O PMDB decidiu ganhar tempo e adiou a formalização do apoio à candidatura de Dilma Rousseff à Presidência. O partido quer resolver os problemas das alianças nos Estados, antes de se engajar na campanha de Dilma.

A decisão de protelar a oficialização do apoio à candidatura petista foi comunicada ontem à noite pelo presidente nacional do PMDB, deputado Michel Temer (SP), em jantar com Dilma. Temer é cotado para ser o candidato a vice na chapa da petista.

O PMDB só deverá bater o martelo sobre a aliança com o PT para as eleições presidenciais em 12 de junho. Antes, os peemedebistas pretendiam oficializar o apoio à petista no próximo dia 15. Além de tentar resolver as pendências estaduais entre os dois partidos, o PMDB quer analisar o desempenho de Dilma nas pesquisas eleitorais.

É dando que se recebe

Esse negócio de mesada é com o PT mesmo. Após Lula admitir que sabia tinha conhecimento do mensalão, no qual pagavam fartas mesadas aos parlamentares que votassem a favor o governo, eis que dessa vez o PT é quem recebe as mesadas por favores prestados.

Talvez estejam sendo maldosos com eles, né? Afinal, qual é o problema em uma empreiteira fazer doações ao partido? E qual o problema se essa mesma empreiteira em seguida for convidada pela Petrobrás para um contrato de míseros R$ 114 milhões? Não sejam tão sacanas com o PT, o partido da ética.

Na Folha Online:

Empreiteira destinou "mesada" ao PT paulista

A empreiteira UTC Engenharia começou a pagar uma "mesada" ao diretório estadual do PT de São Paulo, em abril do ano passado, dois dias antes de fechar um contrato com a Petrobras no valor de R$ 114 milhões, informa reportagem de Rubens Valente publicada na edição desta quarta-feira da Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

A empresa fez doações mensais de R$ 150 mil ao partido, totalizando R$ 1,2 milhão, e foi escolhida por convite no contrato com a estatal. Segundo o PT, as doações são legais e foram declaradas ao Tribunal Regional Eleitoral.

Nos registros entregues ao TRE, o PT informou um outro nome nas doações, "VTC Engenharia". Contudo, o número do CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) indicou ser a UTC. Indagado, o PT não se manifestou sobre a divergência.

O diretório obteve receitas de R$ 3,7 milhões em 2009. Desse total, R$ 2,15 milhões vieram de empreiteiras. A UTC foi a campeã: doou 55,6% do bolo total das construtoras. Além dela, doaram a Santa Bárbara Engenharia (R$ 300 mil), a Queiroz Galvão (R$ 265 mil) e a OAS (R$ 160 mil).

Leia a reportagem completa na Folha desta quarta-feira, que já está nas bancas.